Chegou mais um início de semana e, como prometido, trouxemos mais uma postagem especial do melhor site de sexo ao vivo pensando em mostrar para vocês um pouco mais das meninas que estão ali, onlines no CameraHot, disponíveis para um bate-papo caliente com você e quem sabe algo a mais, não?!!

Classificamos algumas das meninas do CameraHot por perfil, ou seja, como ela se comporta na sala, se veste e gosta de agir, assim se você for novato, já sabe qual menina buscar diretamente de acordo com o que mais gosta no que diz respeito ao sexo.

A Dominatrix

A palavra dominatrix é amplamente usada e conhecida porpessoas que participam do fetiche BDSM, ou seja, Bondage, Disciplina, Dominação, Submissão, Sadismo e Masoquismo.

Com origem no latim, dominatrix significa “mulher dominadora” ou “mestre”, e se refere às mulheres que praticam, dentro do BDSM, o ato da dominação sobre seus parceiros. Essas mulheres geralmente usam e abusam das famosas roupas de látex ou couro, sempre bastante justas a ponto de definir cada linha de seu corpo e deixar qualquer um babando pelo poder que as roupas proporcionam.

Uma camHot girl que tenha esse perfil sabe se impor em frente a câmera, mostrando todo o poder e sensualidade que traz consigo, além de comandar toda ação dentro de sua sala.

Elas investem em brinquedinhos que possam dar uma apimentada no show como chicotes, algemas, vibradores de tamanhos exorbitantes e plugs.

O legal de uma camHot girl proporcionar ao usuário um show de BDSM é pela interação que ela consegue criar, transformando o ambiente no mais original possível para agradar o usuário que gosta de performances desse tipo.

Elas dão ordens no que cada usuário pode fazer ou falar, como o fará isso, guiando a cena para uma fantasia muito mais real e diferente do que muitos estão acostumados.

Esse é o lado positivo de entrar em um site de sexo ao vivo e se deparar com a diversidade de perfis: para quem busca realizar um fetiche como o BDSM, por exemplo, pode encontrar ali o primeiro contato para não se assustar de cara.

Afinal, fetiches todos temos, mas alguns tem medo de realiza- los, ainda mais quando se trata do BDSM que está se fala de infligir ou ser infligido dor.

Então, aproveitar um site de sexo ao vivo como o CameraHot para conhecer mais sobre fetiches que tem interesse é a melhor pedida! Não deixe de conferir também a entrevista que fizemos com a Domme Cruela, uma das dominatrix de maior sucesso no site.

https://www.camerahot.com/br/customer/performer/domme-cruela/profile/mini-gallery

A entrevista

Apelido: Domme Cruela

Idade: 26 anos

Por que virou camgirl?

Porque sempre acessei webchats, gosto da interação com o virtual e

o fetichismo é onde eu coloco mais em prática o meu lado sensual e sádico. Fora isso, fui atraída pela a atenção que recebi do Suporte do site e pela independência financeira.

Como conheceu o CameraHot?

Através de um chat com webcam, Tevejo, que eu já participava, mas não era pago.

Quais foram as vantagens de entrar no site?

Larguei o emprego que eu trabalhava 6 dias por semana, 12 hrs por dia, para receber, basicamente, o mesmo salário trabalhando em casa.

Qual é o seu perfil de camgirl?

Eu me considero uma companheira virtual, sou divertida, de personalidade forte e misteriosa, então acabo tendo o perfil de “namoradinha” e companhia pra todas as horas, geralmente homens mais seletivos e exigentes me procuram, talvez por ser mais articulada e desenvolver bem assuntos diversificados e fetichistas, e não ficar só na mesma de exibição.

Como e por que escolheu seu apelido?

Uso o Cruela há quase dez anos, era admin e usuária de sites de webchat quando isso nem era uma febre no Brasil ainda. O Domme é derivado de Dominadora, que vem do mundo BDSM.

Por que você se enquadra nesse perfil?

Porque é quem sou. Não sei fazer atuações e nem encenar algo que não seja eu. Sou dominadora, de personalidade forte e exigente no meu dia a dia e em meus relacionamentos, é quem sou, entende.

Sou flexível e sei fazer a linha “mulherzinha exibicionista” também porque gosto da exibição, mas, isso jamais anulará o meu lado domme. Creio que por ser assim tenho o diferencial de proporcionar algo além do que maioria proporciona todos os dias.

O que os usuários procuram e mais gostam em você?

Pode parecer engraçado, mas leio sempre os mesmos comentários, me procuram por eu ser mais natural, segundo eles, e ser mais sensual do que direto ao ponto. Também gostam de fetichismo, serem mandados e guiados. Gostam dos meus pés, do meu rosto principalmente, e da minha conversa.

Qual o tipo de relacionamento que você tem com os usuários? Sobre o que tanto conversam?

Somos próximos,  às vezes me pego pensando em alguns ao decorrer do dia, mas separo muito bem. Maioria é casado e eu não saio do virtual. Mas conversam muito sobre seu dia a dia, desejos, e sobre seus segredos principalmente…

O que você mais gosta em ser camgirl e se relacionar virtualmente com os usuários?

Gosto da diversidade de fetiches, comportamentos e da diversidade de mundos que existem dentro de cada pessoa que conheço em minha sala virtual.

Domme Cruela e seus lindos pés!

Por que o CameraHot é ótimo para experimentar novas aventuras, novos fetiches? 

Pra mim, porque posso conhecer e degustar de cada um uma forma diferente!!  E pra eles, creio que seja porque eles podem fazer tudo com segurança, no conforto de casa e com uma equipe de gatas que com certeza darão ótimas novas aventuras pra cada homem, segundo o perfil de cada um!!!

dominatrix domme cruela

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário
Por favor, insira seu nome aqui