Beatriz camgirl camerahot

Um dia recebi a visita de um usuário que disse ter alguns fetiches, comecei a questionar e fui arrancando seus segredos gradualmente. Vou tentar contar aqui a situação que construímos, priorizando detalhes e fazendo sua imaginação entrar na minha história.

Ele é meu namorado, estamos num barzinho para sair da rotina, conversamos e rimos sobre coisas do cotidiano, a música ao fundo é de uma banda local que toca rock, nosso estilo preferido.

Nesse dia escolhi uma blusinha vermelha e uma saia preta curta, em baixo dela, uso uma calcinha preta com cinta liga e meias 7/8 e dou preferência ao Scarpin preto que ganhei dele. Estou com meu perfume 212 e já saí com a intenção de desfrutar do que a noite me oferece.

O bar está lotado nesta sexta-feira de lua cheia, olho em volta e vejo pessoas conversando, de idades entre 20 e 50 anos aproximadamente, outros cantam acompanhando a banda.

Depois de comermos algo, com sorriso nos lábios ele me oferece uma bebida e como sou fraca, peço só uma caipivodka de morango. Adoro a bebida e continuo conversando e percebendo que ele não para de me encarar, o seu olhar passa a ser de cobiça e gosto muito, pois também saí mal-intencionada.

Resolvo ir ao banheiro e no caminho, vejo um rapaz bem atraente seguindo-me com os olhos, fico intrigada, mas disfarço. No espelho retoco meu batom vermelho pensando irmos embora, pois só um drink me deixou um pouco aérea. Quando saio, me surpreendo ao ver o rapaz atraente terminando de falar com meu namorado e saindo do bar.

Meu coração dispara e não me controlo de ansiedade. Pergunto a ele sobre o que falavam e ele simplesmente diz que já pagou a conta e vamos embora. Mil coisas passam pela minha cabeça. “Será que ele ficou com ciúmes por um simples olhar do rapaz?” Será que vão brigar?” “Queria que essa noite fosse especial!”

Enquanto saíamos, pergunto novamente e ele responde que não me dirá nada, me tranquiliza dizendo que está tudo bem e complementa dizendo que hoje a noite será realmente especial, me dá um selinho e sorri olhando no fundo dos meus olhos.

Pegamos o carro e fico calada e ansiosa, enquanto ele dirige, começa a passar a mão na minha coxa aproveitando que estou de saia, a sua mão quente me arrepia, ele sente a cinta liga e continua alisando sentindo minha pele. Vou ficando excitada enquanto ele me leva pra algum lugar que não conheço. Percebo que ele olha muito pelo retrovisor e fico intrigada, resolvo olhar também para o meu e percebo um carro nos seguindo.

Meu coração dispara! Pergunto novamente o lugar que estamos indo e ele só responde que estamos quase chegando. Vejo que é um bairro com muitas árvores e pouquíssimas casas. Então, paramos numa rua bem deserta, sem casas próximas, ele olha dentro dos olhos e me beija calorosamente, enquanto isso, passa a mão pelas minhas coxas e vai subindo, a sua mão quente e pesada me excita enquanto ele toca minha calcinha, ele suspira quando sente que ela está ligeiramente molhada.

Ele a coloca para o lado e passa seus dedos no meu grelinho, vai circulando e começa a dar leves estocadas na minha bucetinha. Fico muito excitada e abro o zíper dele, colocando seu pau delicioso a mostra e começo a tocar, os vidros do carro vão se embaçando e ao olha para o vidro de trás percebo que o carro que nos seguia, está ali parado.

Meus olhos se arregalam e ele diz para eu chupá-lo como sei bem fazer. Enquanto isso ele abre o vidro da sua janela e faz um sinal, porém estou concentrada e nem percebo o movimento. O rapaz vem até a janela e observa calado. Quando me levanto, fico ruborizada, minhas mãos começam a tremer, minha cabeça dá mil voltas.

Nós dois saímos do carro e ficamos os 3 frente a frente. Meu namorado me diz: “Você merece um presente e vai me agradar muito também.” O rapaz ri dizendo que sou linda, me hipnotiza com olhar penetrante e vem de encontro ao meu pescoço, beijando e chupando, me arrepiando totalmente.

Ele me puxa pela cintura, vai me apertando e sentindo meu corpo enquanto meu namorado se toca. Eu fico louca, com minha respiração acelerada e minha bucetinha molhada para dar para os dois. Daí meu namorado vem, me vira de costas, levanta minha saia, coloca minha calcinha para o lado, passa a mão na bucetinha e a sente encharcada, começa a roçar o pau nela e logo mete bem gostoso, dou um suspiro apoiada no carro e olho para o amigo que me cobiça vendo a cena.

Ele coloca seu pau para fora enquanto meu namorado mete bem forte. Minha boca enche de água, digo para ele sentar no banco do carro e desço para chupa-lo, assim empino ainda mais. Chupando um e dando para o outro, fico saciada e morrendo de tesão, os três suspirando de prazer.

Meu namorado com uma tara que eu ainda não conhecia, morre de tesão ao me ver com outro cara. Eu desejo os dois como louca, gemo bem gostoso a cada estocada. Metendo forte e me olhando chupar o pau do amigo, meu namorado entra em êxtase e goza em cima da minha bunda. Olho para o amiguinho e digo: “Agora é sua vez!”

Ele se levanta, pega uma camisinha no bolso e me debruça novamente no carro, segura meu cabelo, chupa minha orelha e pincela o pau na minha bucetinha já inchada. Ele vem com calma, só com a cabecinha, devagar sente abrir, então mete com força bem no fundo dela. Eu fico louca e dou um alto gemido.

Ele começa a meter sem pena, fodendo muito gostoso, com uma mão segura a cintura e com a outra toca meu grelinho, com vontade, com fúria, então eu não resisto e me entrego loucamente, gozando naquele pau, tremendo as pernas, gemendo e olhando para o namorado.

O amiguinho sente minha buceta apertar seu pau, fica delirando de tesão e goza dentro dela. Uma noite inesquecível e maravilhosa, inesperada e que realizou uma fantasia dos três. Quero fazer mais vezes!

COMPARTILHAR

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário
Por favor, insira seu nome aqui