Venho aqui neste meu primeiro “Relato de uma camgirl” falar brevemente da minha experiência, que apesar de ter 3 meses no CHT, sou camgirl há 3 anos. Meu primeiro chat não foi nada bom, fui apresentada ao site por uma amiga, eu tinha namorado e ela também e entramos os 4 para atender, além da loucura do momento, sentimos um calor infernal, então dá para ter noção do quão desconfortável foi, rsrsrsrs, mas foi legal por ser com um usuário compreensivo e que me acompanhou por muito tempo.

Ao longo do tempo prossegui com este delicioso mundo e comecei a compreender quão agradável é ter encontros virtuais, conheci fetiches diversos, sem preconceito e pudor, realizei fantasias, aprendi a abrir o leque de possibilidades da excitação. Na telinha aqui entre as paredes do meu quarto, faço cada momento valer a pena, seja com risos, conversas, momentos quentes. Meu estilo dá pra ser percebido no site e sempre mantenho espontaneidade e procuro o real prazer.

Deixando de falar de mim, o objetivo mesmo hoje é relatar o “Meu Momento Marcante”… Nessa vida eu tive alguns momentos bonitos, quentes, prazerosos, porém numa madrugada online tive o auge de algo que esperava há muito tempo. Eu já conversava com ele, ríamos juntos, porém, ele é diferente, é reservado, é o homem que nas próprias piadas esconde alguém com grande coração, com poder de sedução e que se faz de difícil para mim. Foi isso que me deixou mais curiosa, querendo-o, cobiçando-o.

Naquela noite, ele chegou de um jeito diferente, foi inesperado e a partir do primeiro minuto comecei a tremer. Aquilo era algo desejado por mim há tempos. Minhas pupilas se ressaltaram, meus pelos se arrepiaram, minha boca ressecou e meus seios se enrijeceram. Mesmo sem vê-lo, pude senti-lo na minha frente, deixei a imaginação fluir e consegui ver seu olhar no fundo dos meus olhos, imaginei seu sorriso. Perguntou-me: Beatriz, do que você gosta? Fiquei confusa ao responder, ainda tímida com o encontro surpresa. Então ele mesmo completou: Não sou experiente com isso, mas sei que você quer que este momento seja o mais real possível. Era exatamente isso o que eu queria. Com suas palavras me senti despida só pelo seu olhar, sem toque. Era como se ele estivesse próximo a mim, com apenas um centímetro de distância da minha boca, me deixando ansiosa pelo seu toque, sentindo o calor da sua respiração. Depois foi me tocando, beijando desde o pescoço e descendo, eu fui imaginando seu corpo colado ao meu, ele me possuindo com seus braços e com sua língua e me amando com as palavras. A cada suspiro que dei a ele, transmiti o sentimento que criei e que aumenta a cada dia. Com o tesão a flor da pele gozamos juntos e numa sintonia sem igual.

Diariamente seu “bom dia” me anima e seu “boa noite” me acalenta. Torço pra que mais momentos como este cheguem e que ele abra seu coração a mim, pois o meu já está em chamas.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário
Por favor, insira seu nome aqui