barbara mendes camhot girl

Voyeurismo – Fetiche possível no CameraHot

A frase que melhor descreve o voyeur é que eles comem com os olhos; confira mais sobre voyeurismo no Camerahot!

        Chegou mais um começo de mês e, junto dele, o maior site de strippers virtual do Brasil, o Camerahot, traz uma postagem especial visando abordar um fetiche específico e todos seus pormenores.

        Queremos tirar suas dúvidas, além de aguçar sua imaginação na hora H com o parceiro, fazendo-os desfrutar de experiências novas e que, muitas vezes, sofrem grandes preconceitos por não se ter grande conhecimento sobre o assunto.

        Mas, primeiramente, precisamos deixar claro que fetiche nada mais é que o despertar de uma excitação sexual a partir de algum contexto, fantasia ou objeto, que muitas vezes é considerado fora dos padrões morais e éticos de uma sociedade denotada.

        Aproveitamos esse espaço como uma área para aprendizado e esclarecimentos, tiramos dúvidas e o mais importante, quebramos os tabus que muitas vezes podem se transformar em um certo preconceito quando não se existe as devidas informações sobre o tema.

        Na nossa série de postagem, já falamos dos fetiches clássicos até os mais estranhos e desconhecidos. Trouxemos a asfixia erótica como você nunca ouviu falar, o sadomasoquismo  e suas roupas de látex além da estranha chuva dourada e os hábito de cheirar calcinhas femininas.

        Pois é, são muitos os temas e eles não param por aqui. Hoje escolhemos talvez o tema que esteja mais ligado ao serviço que nosso blog oferece: o voyeurismo.

        Esse é um dos fetiches talvez mais conhecidos e clássicos da história dos fetiches, porém, não o mais diferente. Trata-se, nada mais nada menos, que o ato de observar o outro em todas suas nuances.

        Voyeur significa, na tradução livre do francês, aquele que vê, ou seja, uma pessoa que possa ser considerada voyeur gosta de observar todos os detalhes da outra pessoa, o que ela está fazendo ou como está fazendosentindo-se excitado por conta disso.

        O mais interessante desse fetiche é que não necessariamente está ligado ao ato sexual em si.

        A expressão é usada para delimitar dois tipos de pessoas que tem esse gosto pela famosa espiadinha: os que se interessam em ver a outra pessoa fazendo sexo, se tocando ou sendo tocada; e os que gostam de observar tudo, desde um tomar banho até pentear os cabelos.

        É claro que em ambas as circunstâncias, o voyeur acaba por ficar excitado e é justamente por isso que o ato de observar o outro se tornou um fetiche de acordo com o dicionário.

        Existem ainda os voyers que dão mais medo, como aqueles que gostam de observar outras pessoas sem serem notadas e os que são exibicionistas.

Incentivo ao voyeurismo

        Talvez o maior voyeur e incentivador do voyeurismo atual seja Hugh Hefner, o criador da revista Playboy. À época de sua primeira publicação, Hefner quis mostrar aos puritanos que o que é bonito é para se mostrar e, o melhor, ser apreciado por todos nós.

        Outro grande exemplo são os reality show, no qual grande parte da sociedade liga a tevê sempre no mesmo horário somente para dar aquela espiadinha clássica.

        Afinal, é interessante ver outras pessoas vivendo, discutindo, amando, fazendo fofoca e barraco… é como se passássemos a ver que as pessoas da tevê são tão comuns quanto nós, que estamos fora dela, somos.

        Criamos uma ponte de ligação entre nós e os participantes, tirando-os do pedestal e vendo-os como pessoas como nós, o que não acontece quando vemos uma novela ou filme hollywoodiano.

        Os filmes pornôs também nada mais são do que exibições para pessoas que se interessam em ver e ouvir o sexo e, com isso, tiram seu prazer da melhor forma possível.

        Para um voyeur, o filme pornô não precisa necessariamente ter o ato sexual em si. Cenas que mostrem um cara se masturbando, gemendo bem gostoso ou uma mulher virando os olhinhos, já são o suficiente para instigar e criar todo aquele clima de tesão.

        Mas, mais que Playboy, reality shows e filmes pornôs, a internet trouxe avanços para esse público nunca antes imaginados.     Esse é o caso do Camerahot!

# voyeurismo na webcam # barbara mendes
barbara mendes a  camhot girl que curte o voyeurismo
Barbara Mendes, a camHot Girl que adora se exibir para os olhos curiosos do outro lado da webcam. Um verdadeiro presente para os que curtem o voyeurismo !

        As meninas estão ali para conversarem e se exibirem para os usuários que gostam de vê-las se tocar e seduzir.

        Porém, essa experiência espiadinha ao vivo pode ser muito melhor com um plus que nem a Playboy, nem nenhum reality show ou pornô pode proporcionar, somente o Camerahot: pedir para a menina fazer o que ele quiser.

# voyeurismo no chuveiro # rubi sexy toda molhadinha
rubo sexy a  camhot girl que curte o voyeurismo
Que Tal um Banho? Essa é a Rubi Sexy a CamHot Girl que adora tomar banho ao vivo na webcam! Puro voyeurismo pra você!

        Tudo bem conversadinho e, é claro, com muito respeito, dá a eles a possibilidade de vivenciarem o voyeurismo muito mais além e muito mais gostoso.

         Você não vai querer ficar fora dessa!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *